ACESSIBILIDADE - LEI nº 13.146/2015


Para navegação via teclado, utilize a combinação de teclas conforme o modelo abaixo: ALT + [Nº de atalho]

ALT + 1

Ir para o Conteúdo

ALT + 2

Ir para o Menu

ALT + 3

Ir para a Busca

ALT + 4

Ir para o Rodapé

ALT + 5

Acessibilidade

ALT + 6

Mapa do site

ALT + 7

Acesso a Informação

ALT + 8

Cor Original

ALT + 9

Cor com contraste

Botão/Tecla +

Aumentar Fonte

Botão/Tecla -

Diminuir Fonte

Botão/Tecla =

Fonte Original

Leitores de Tela

Nosso Portal foi desenvolvido para ser compatível com softwares leitores de tela. Assim, basta que o usuário tenha instalado em seu computador um destes softwares que será possável ouvir o que está escrito ou desenhado no site.

Agência de Notícias

Vereadores aprovam em primeira votação, projeto que prevê atendimento preferencial para doadores de sangue

O vereador Moisés Mendonça (PR), autor do projeto, foi bastante elogiado pelos colegas vereadores em razão da iniciativa.

01/03/2018 19:18


Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

Vereadores aprovam em primeira votação, projeto que prevê atendimento preferencial para doadores de sangue

Aberta a sessão ordinária do dia 01/03, o Presidente da Casa, vereador José Teles de Mendonça (PR) concedeu a palavra ao vereador Sinvaldo Góis (MDB), que iniciou o seu pronunciamento dizendo que os valores cobrados referentes ao IPTU pelo município são muito altos e incompatíveis com os valores dos imóveis. Criticou a atuação da SMTT, no tocante ao número de multas aplicadas pelos agentes de trânsito de Itabaiana. O vereador também disse que a usina móvel de asfalto, em sua opinião, não trouxe nenhum benefício para a população. O vereador finalizou cobrando do gestor municipal a convocação dos aprovados no último concurso público.

O vereador Gustavo Santana (MDB) criticou alguns órgãos de imprensa por terem divulgado que o Presidente da Assembleia Legislativa, Luciano Bispo, teria gasto mais de um milhão de reais com a festa de confraternização de final de ano. Segundo o vereador, os valores licitados foram destinados para vários eventos e não apenas para a referida confraternização. Finalizou cobrando a convocação dos concursados aprovados no último concurso público realizado pela prefeitura de Itabaiana.

O vereador Paulo Messias (MDB) cobrou explicações da Secretária Municipal de Saúde sobre a falta de colírio nos postos médicos do município para atender aos pacientes de glaucoma. Também cobrou providências em relação ao mau cheiro exalado do Matadouro Municipal. Na oportunidade, também criticou o prefeito Valmir de Francisquinho pela demora para inaugurar o referido matadouro público, que por sua vez, está sendo reformado e ampliado pelo município.

O vereador e líder de bancada Moisés Mendonça (PR) pediu aparte e perguntou ao vereador Paulo Messias se, em sua opinião, o Matadouro está ficando melhor ou pior do que antes. O vereador Paulo Messias reconheceu que está bem melhor, porém cobrou providências em relação à fedentina no local.

O vereador Arivaldo de Rezende (MDB) iniciou o seu pronunciamento criticando a diretoria do Itabaiana pelos últimos resultados no campeonato sergipano, dando como exemplo o empate contra o Olímpico na última quarta-feira (28/02). O vereador atribuiu o mau resultado da equipe ao Diretor Adailton Souza. O parlamentar também criticou o vereador Sinvaldo Góis, que apesar de não perder nenhum enterro no município, não ajuda os familiares dos mortos. Segundo o parlamentar, no último velório ocorrido em Itabaiana, o mesmo foi quem arcou com as despesas do funeral.

O vereador José Carlos Santana (PR) iniciou seu pronunciamento convidando a população, em nome do Pastor Pelezinho, para a inauguração da Igreja Unção de Deus El Shaday que ocorrerá no próximo dia 10/03, na Avenida Zefinha de Capitulino, no bairro Porto, com as participações da SOFIVA e do cantor Welington Camargo, irmão da dupla Zezé di Camargo e Luciano. O vereador também criticou o governador Jackson Barreto pelo descaso na saúde pública, sobretudo em relação a falta de interesse e de atenção ao Hospital do Câncer, uma obra idealizada pelo Senador Eduardo Amorim e um sonho da população sergipana, sobretudo de pacientes com câncer e seus familiares, e cobrou agilidade nas obras da referida unidade de saúde.

O vereador e líder do prefeito na Câmara, Marcos Oliveira (PTC), iniciou o seu pronunciamento criticando as estruturas precárias do Estádio Etelvino Mendonça. Segundo o vereador, o mesmo problema responsável pela interrupção da primeira partida entre Itabaiana e Olímpico ocorreu no dia de ontem por problemas em um disjuntor que já está para ser substituído há cerca de três anos, entretanto, nenhuma providência foi adotada.

O vereador Roosevelt Santana (PSB) pediu aparte e também criticou o desrespeito a uma exigência do Corpo de Bombeiros Militar, que determina que o governo deve colocar para-raios no estádio.

O vereador José Roberto (PR) chamou a atenção da população para a necessidade de utilização de bicicletas em substituição a carros e motocicletas com o objetivo de melhorar a qualidade de vida dos itabaianenses, sobretudo de diminuir os índices de poluição. Por ocasião do tema, o vereador cobrou da Secretária de Obras do município, Deilza de Assis, bem como do superintendente da SMTT, a criação de ciclovias no município, visando proporcionar segurança aos ciclistas e estimular a prática do referido esporte.

O vereador Marcos Oliveira pediu aparte e parabenizou o vereador José Roberto pela iniciativa de abortar um tema de tamanha relevância, uma vez que a prática do ciclismo representa mais qualidade de vida para a população.

O vereador Carlos Vagner Santana (PR) iniciou o seu pronunciamento criticando o presidente da ALESE por ter gasto mais de um milhão de reais com a realização da confraternização de final de ano dos servidores. O vereador Moisés Mendonça pediu aparte e lembrou que sobre esse tema a Deputada Ana Lúcia declarou que sequer foi comunicada da referida festa, e que já há um parlamentar que declarou que irá pedir explicações ao presidente Luciano Bispo sobre a destinação desses recursos.

O vereador Roosevelt Santana também pediu aparte e disse que o que mais lhe chamou a atenção foi o valor licitado para compra de pamonhas, 50 mil reais, enaltecendo a necessidade de uma apuração sobre o caso.

O vereador Carlos Vagner rebateu às críticas da oposição no tocante a usina de asfalto, ressaltando sua importância, e os benefícios produzidos por ela, desde a sua implantação.

A vereadora Ivoni Andrade (MDB) cumprimentou o vereador Ingran de Souza Menezes, do município de Peruíbe, interior paulista, recordista mundial de supino, presente na sessão ordinária. A vereadora rebateu às críticas direcionadas ao presidente da ALESE por ter feito licitação no valor de mais de um milhão e trezentos mil reais para realização de eventos festivos, asseverando em defesa do parlamentar que os valores serão destinados para vários eventos e não apenas para a festa de confraternização de final de ano como foi dito. A parlamentar disse que o gestor precisa se preocupar com a saúde e a educação, e dar mais atenção a população. Criticou o vereador Carlos Vagner, que segundo ela, sua família passou 25 anos no agrupamento da oposição elogiando o seu líder Luciano Bispo e agora o critica constantemente.

Na ordem do dia, o vereador Moisés Mendonça falou sobre a importância da aprovação do projeto de lei n°05/2018, que dispõe sobre o atendimento preferencial aos doadores de sangue nos locais que especifica. O projeto foi aprovado em primeira votação por unanimidade dos presentes.

O presidente da Casa, vereador José Teles de Mendonça (PR), falou da relevância da homenagem que será feita às mulheres no Dia Internacional da Mulher (08/03), com a honraria que levará o nome da Professora Heley de Abreu, cujo projeto também foi aprovado por unanimidade.

Encerrada a sessão ordinária do dia 01/03, o presidente da Casa, vereador José Teles de Mendonça, convocou uma nova sessão ordinária para a próxima terça-feira (06/03), em horário regimental.


Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

OUTRAS NOTÍCIAS