ACESSIBILIDADE - LEI nº 13.146/2015


Para navegação via teclado, utilize a combinação de teclas conforme o modelo abaixo: ALT + [Nº de atalho]

ALT + 1

Ir para o Conteúdo

ALT + 2

Ir para o Menu

ALT + 3

Ir para a Busca

ALT + 4

Ir para o Rodapé

ALT + 5

Acessibilidade

ALT + 6

Mapa do site

ALT + 7

Acesso a Informação

ALT + 8

Cor Original

ALT + 9

Cor com contraste

Botão/Tecla +

Aumentar Fonte

Botão/Tecla -

Diminuir Fonte

Botão/Tecla =

Fonte Original

Leitores de Tela

Nosso Portal foi desenvolvido para ser compatível com softwares leitores de tela. Assim, basta que o usuário tenha instalado em seu computador um destes softwares que será possável ouvir o que está escrito ou desenhado no site.

Agência de Notícias

O Presidente da Câmara, José Teles de Mendonça (PR), manifesta apoio à greve dos caminhoneiros contra os abusos nos preços dos combustíveis

Durante a Sessão Ordinária desta , os desta quinta-feira (24), os demais vereadores também se solidarizaram com os caminhoneiros e manifestaram apoio à categoria.

24/05/2018 20:44


Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

O Presidente da Câmara, José Teles de Mendonça (PR), manifesta apoio à greve dos caminhoneiros contra os abusos nos preços dos combustíveis

Aberta a sessão ordinária do dia (24/05), na câmara municipal de Itabaiana, o presidente da Casa, vereador José Teles de Mendonça (PR), iniciou o seu pronunciamento se solidarizando com os caminhoneiros pelo momento que estão vivendo, com tantas dificuldades impostas pelo governo federal, através dos constantes aumentos no óleo diesel e dos pedágios, que segundo o parlamentar, impossibilitam e inviabilizam à permanência dos motoristas nas estradas. Hipotecou seu apoio à greve deflagrada pelos caminhoneiros que atingiu praticamente todos os setores no país, classificando como justa essa forma de protesto, por ser pacífica, e, portanto, legítima. Segundo o presidente da câmara, o mesmo fala com conhecimento de causa, por ter sido filho de um caminhoneiro, e relata, que, às dificuldades enfrentadas atualmente pelos caminhoneiros e proprietários de caminhões, por conta das políticas de tributação e aumento nos preços dos combustíveis, é o pior cenário enfrentado pela categoria nos últimos anos. Em função dos protestos, o parlamentar chamou a atenção da classe política sergipana, sobretudo, dos deputados federais e senadores sergipanos, bem como, do deputado federal e líder do governo no congresso André Moura, para que o mesmo interceda junto ao governo federal, com o fim de tentar sensibilizar o presidente da República, em relação à necessidade de redução nos preços dos combustíveis, principalmente, em relação ao diesel. Finalizou dizendo com muito orgulho, que é filho de um caminhoneiro, que aprendeu a dirigir um caminhão 11/11 e pegou a CNN ainda muito jovem, e, que, portanto, tem legitimidade para falar sobre o assunto.

O vereador Sinvaldo Góis (MDB), iniciou o seu pronunciamento cobrando providências da secretaria de obras, em relação à necessidade de realizar a limpeza no jardim Marcela, que segundo ele, está tomado pelo matagal e infestado de cobras e ratos. Criticou o prefeito Valmir de Francisquinho, por ter soltado fogos na manhã de quarta-feira, em função dos números da pesquisa para deputado estadual, que colocou o filho Talyson Costa em primeiro lugar na preferência popular no município. Segundo o vereador, a pesquisa é mentirosa. O vereador também parabenizou os caminhoneiros pela iniciativa da greve que continua em todo país, em protesto aos constantes aumentos dos combustíveis. Disse que o deputado federal e líder do governo Temer, André Moura, não moveu uma palha sequer para reverter essa situação, junto ao governo federal, muito menos defendeu os caminhoneiros. Também criticou o senador Eduardo Amorim, por dar sustentação ao governo Temer.

O vereador Gustavo Santana (MDB), iniciou o seu pronunciamento repudiando às críticas feitas contra ele, pelos vereadores José Carlos de Santana e Carlos Vagner. De acordo com o parlamentar, alguém editou o seu pronunciamento da última sessão, para tentar deturpar à realidade dos fatos. Disse que a Secretária de Desenvolvimento Social negou uma quentinha a uma moradora da invasão e que o prefeito tem deixado faltar medicamentos nos postos médicos. O vereador Sinvaldo Góis pediu aparte, e disse que às críticas em redes sociais ao vereador Gustavo Santana, partiu de candidatos frustrados que não conseguiram se reeleger. O vereador Gustavo Santana disse que a situação dos moradores do Bairro Campo Grande, mais de perto, os que residem próximo ao cemitério, é lamentável, por conta do descaso do município, pois, de acordo com ele, bastou uma chuva para que aquela localidade se tornasse um caos. Finalizou dizendo que a periferia do município está abandonada e que o verdadeiro pai da pobreza é o Deputado Luciano Bispo, e não, Valmir de Francisquinho.

O vereador Marcos Oliveira (PTC), iniciou o seu pronunciamento se somando ao pronunciamento do presidente da Casa, José Teles de Mendonça, que se solidarizou com os caminhoneiros por conta da greve em protesto aos constantes aumentos nos combustíveis. O vereador Gustavo Santana parabenizou o colega pelo seu pronunciamento, e disse não entender o porquê que o Brasil exporta combustível por um preço baixo e cobra tão caro pelo combustível no país. O vereador Carlos Vagner também pediu aparte, e rebateu às críticas do colega Sinvaldo Góis, ao líder do governo, deputado federal André Moura, quando afirmou que o mesmo não havia feito nada em favor dos caminhoneiros, uma vez, que segundo o parlamentar, foi graças também ao deputado André Moura que houve a redução de 10% no preço do diesel. O vereador Roosevelt Santana pediu aparte, e demonstrou preocupação com o risco de desabastecimento, caso não tenha uma resposta à altura por parte do governo, em relação às reivindicações dos caminhoneiros. E informou ainda, que cinco postos de combustíveis do município já estão sem o produto. O vereador Marcos Oliveira lamentou à situação atual, e disse que já passou da hora de se discutir a reforma tributária, pois, segundo ele, o brasileiro já não aguenta mais a carga tributária imposta pelo governo. Finalizou dizendo que também teme, não apenas o desabastecimento de combustível, mas sobretudo, de alimentos para a população, contudo, apoia às manifestações.

A vereadora Ivoni Andrade (MDB), se solidarizou com os caminhoneiros, lamentando o descaso do governo federal, e a falta de respeito com a categoria. Disse não entender o preço cobrado pelos combustíveis no Brasil, enquanto se exporta combustível muito mais barato para outros países. Manifestou apoio aos grevistas, e fez um apelo para os mesmos resistam e continuem lutando pelos seus direitos. A vereadora também falou sobre a situação do lar Cidade de Deus, que segundo o vereador Sinvaldo Góis, está na iminência de fechar suas portas por falta de incentivos dos políticos, principalmente do município. A parlamentar sugeriu e indicou na Tribuna, que o gestor municipal apresente um projeto de subvenção em favor do Lar Cidade de Deus.

O vereador José Roberto (PP), iniciou parabenizando o presidente da Casa, José Teles de Mendonça, por ter abordado o tema relativo à greve dos caminhoneiros, e por conseguinte, por ter se solidarizado com a categoria. Cobrou do prefeito Valmir de Francisquinho o projeto de aumento dos salários dos servidores, que segundo o parlamentar, já está com um mês de atraso, desde a promessa do gestor municipal. Disse que acredita e espera que a demora, seja para que o reajuste seja instituído de forma retroativo. O vereador também ressaltou a importância de sua indicação, que também tem como autor, o vereador João Cândido, para que o prefeito celebre um convênio com o Ipes/Saúde, que para o vereador, irá beneficiar todos os servidores municipais, de maneira indistinta. O vereador também repudiou às críticas do colega Sinvaldo Góis ao líder do governo André Moura, e deixou bem claro, que não está aliado à oposição, apenas respeita os colegas. O vereador também contestou os números da pesquisa, sobretudo, para deputado estadual e para o senado. Segundo o vereador, os números são discrepantes.

O vereador Wagner Menezes (PR), também se solidarizou com os caminhoneiros pela greve deflagrada, e os parabenizou pelo modo pacífico que estão conduzindo o protesto. Disse que apoia plenamente o movimento grevista, uma vez, que o Brasil exporta o combustível por menos da metade do preço cobrado no país. Repudiou às críticas ao Senador Eduardo Amorim, feitas pelo vereador Sinvaldo Góis, que na oportunidade, declarou que o senador, que foi autor do projeto que concedeu a Itabaiana, o título de Capital Nacional do Caminhoneiro, não defendeu em nenhum momento, os direitos da categoria. O Presidente da Casa, vereador José Teles de Mendonça corroborou com às palavras do colega, e comparou a prosperidade dos caminhoneiros no passado, quando seu irmão ainda dirigia um caminhão, apesar das dificuldades da época, com a situação atual e calamitosa enfrentada pelos irmãos caminhoneiros. O presidente mais uma vez, conclamou à classe política sergipana, citando o Senador Eduardo Amorim e o Deputado André Moura, para que os mesmos intercedam pelos caminhoneiros. O vereador Wagner Menezes finalizou dizendo que a resolução para o problema, depende de uma ação rápida do governo federal.

Encerrada à sessão ordinária do dia (24/05), na Câmara Municipal de Itabaiana, o presidente da casa, vereador José Teles de Mendonça convocou nova sessão, para à próxima terça-feira (29/05), em horário regimental.


Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

OUTRAS NOTÍCIAS