Confira o que foi destaque na sessão desta terça-feira, 21


Na sessão extraordinária desta terça-feira, 21, os vereadores votaram e aprovaram 04 projetos de autoria do poder executivo. São eles:

  • Projeto de Lei Nº 95/2021:  Homologa o Decreto Municipal Nº 138/2021 que declarou utilidade pública um terreno baldio localizado no bairro Anísio Amâncio e autoriza o poder executivo municipal a desapropriar o imóvel de forma amigável ou judicial. A desapropriação destina-se à utilização do imóvel para construção da escola 30 de agosto.

O terreno possui área total de 4.376,93m² e a indenização para desapropriação não pode passar de 220 mil reais.

  • Projeto de Lei Nº 94/2021: Homologa o Decreto Municipal Nº 135 de 31 de agosto de 2021 que declarou utilidade pública um terreno baldio localizado no Povoado Rio das Pedras, zona rural de Itabaiana,  e autoriza o poder executivo municipal a desapropriar o imóvel de forma amigável ou judicial. A desapropriação destina-se à utilização do imóvel para construção de uma creche.

 

  • Projeto de Lei Nº 100/2021: Institui, no âmbito do município de Itabaiana, o Programa Auxílio Cultura. 

 

  • Projeto de Lei Nº 97/2021: Concede valor adicional de subvenção destinada à Filarmônica 28 de Agosto. 


Confira o que foi destaque no pronunciamento dos vereadores: 


Marcos Oliveira  (DEM)


O vereador Marcos Oliveira (DEM) fez uso da palavra no plenário da Câmara de Itabaiana Destacou o envio do projeto Auxílio Cultura que irá fornecer subsídios para os agentes culturais se aperfeiçoarem no que fazem e materializarem as suas produções. “Pela primeira vez foi enviado um projeto como esse para esta casa e a gente fica muito feliz por saber dos benefícios que ele irá trazer para Itabaiana. E a gente quer ver isso mesmo, que nossos conterrâneos viagem, adquiram conhecimento e tragam para a nossa cidade”, disse o parlamentar. 


Sinvaldo Gois (MDB)


O vereador Sinvaldo Gois fez uso da palavra no plenário da Câmara Municipal de Itabaiana e cobrou da gestão municipal assistencialismo na área da saúde para as pessoas que precisam fazer cirurgias e demais exames. “Tem gente que precisa de exames e fica meses e meses aguardando para conseguir fazer, outros nem fazem. A Secretária de Saúde precisa ver essa situação”, disse Sinvaldo. 


Alex Henrique (PP)


Cobrou respostas sobre a contratação de médicos para os povoados Agrovila, Lagamar, Serra e Zanguê que estão há quatro semanas sem médico. “Eu gostaria de questionar a gestão como está essa situação. Já cobramos na sessão da semana passada e até agora os postos estão sem médico”, disse o parlamentar. 

Alex Henrique elogiou a prefeita do município de Lagarto, Hilda Ribeiro, pelos trabalhos desenvolvidos.


Ivoni Andrade (MDB)


A vereadora Ivoni Andrade fez uso da palavra na Câmara de Vereadores de Itabaiana e destacou a preocupação com a falta de água nos povoados. “As dificuldades são muitas. Os agricultores necessitam de água para cuidar da lavoura e tirarem dali o seu sustento. O inverno foi fraco e precisamos dar esse suporte aos agricultores”, disse Ivoni. 


Ana Paula (PV)


A vereadora Ana Paula Gois (MDB) fez uso da palavra na Câmara Municipal de Itabaiana e respondeu aos questionamentos sobre a falta de médico em alguns postos dos povoados. “Tudo está sendo resolvido da maneira mais acelerada possível. Já buscamos médicos que estejam disponíveis e tudo está sendo organizado. É preciso ter cautela e cuidado com a situação”, disse Ana Paula. 


Moisés Mota (DEM)


O vereador Moisés Mota (DEM) fez uso da palavra na Câmara Municipal de Itabaiana e destacou as ordens de serviço que foram assinadas na última segunda-feira, 20. “Eu fico feliz demais em ver a cidade avançar e tenho um carinho especial pela ponte que será construída no povoado Pé do Veado. Eu nasci ali e fico extremamente feliz com essa obra”, disse Moisés. 


Paulo Messias (MDB)


O vereador Paulo Messias (MDB) fez uso da palavra na Câmara Municipal de Itabaiana e cobrou ações da Secretaria de Desenvolvimento Social na entrega de cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade social. “Eu tive conhecimento de uma mulher passando fome, sem ter o alimento para cozinhar. É importante dar atenção às pessoas que mais precisam, porque só sabe a dor de passar fome quem já passou por isso”, disse o parlamentar. 

Mapa do Site

Acessibilidade Contraste Mapa do Site Voltar ao Topo