Confira o que foi destaque na sessão desta terça-feira, 27/09


Ivoni Andrade (MDB)


A vereadora Ivoni Andrade (MDB) fez uso da palavra na Câmara Municipal de Itabaiana e destacou a chegada das eleições de 2022 que ocorrem no próximo dia 02 de outubro. “Está chegando ao final o período eleitoral. Domingo é o grande dia da nossa democracia. Vamos votar conscientes, com sabedoria, estudando os nossos candidatos e confiando o nosso voto a quem verdadeiramente merece”, disse a parlamentar. 

Sinvaldo Gois (MDB)


O vereador Sinvaldo Gois (MDB) fez uso da palavra na Câmara Municipal de Itabaiana e criticou a gestão municipal pela falta de ações voltadas à população mais carente. “A população está sofrendo, com fome, e a secretaria de ação social não faz nada. Não entregam cestas básicas, não auxiliam essas famílias”, criticou o parlamentar. 

Alex Henrique (PP)


O vereador Alex Henrique (PP) fez uso da palavra na Câmara Municipal de Itabaiana (CMI) e criticou a gestão municipal pelo fechamento da escola do Conjunto Gilton Garcia, conhecido como Mutirão. “A escola do conjunto Gilton Garcia está de portas fechadas há três meses, sob justificativa de uma reforma. Os alunos estão indo estudar no CTP, longe de suas casas, enquanto a obra não termina. Até quando a situação ficará assim? precisamos de uma resposta. 


Anderson Pereira (PSD)


O vereador Anderson Pereira (PSD) fez uso da palavra na Câmara Municipal de  Itabaiana (CMI) e criticou a gestão municipal pelo mau funcionamento da Secretaria de Ação Social em Itabaiana. “É triste a situação que Itabaiana vive. A ação social não funciona, a prefeitura não dá o suporte  que deveria dar. Eu sinto muito pela situação que a população do Bairro Queimadas está passando”, disse Anderson. 


Ele também citou outros problemas enfrentados pela população, como a falta de armamento para a Guarda Municipal, a falta de um posto de saúde 24h e outros.


Ana Paula Gois (PV)

A vereadora Ana Paula Gois (MDB) fez uso da palavra na Câmara Municipal de Itabaiana (CMI) e repudiou as fake news espalhadas nesta reta final de campanha eleitoral. “A oposição tenta colocar na cabeça das pessoas que os votos em Valmir não serão computados. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) publicou a decisão do ministro informando que Valmir pode continuar com os seus atos de campanha e que ele terá o seu nome e número nas urnas. Não caiam nas fakes news”, alertou Ana Paula. 

 

Mapa do Site

Acessibilidade Contraste Mapa do Site Voltar ao Topo