ACESSIBILIDADE - LEI nº 13.146/2015


Para navegação via teclado, utilize a combinação de teclas conforme o modelo abaixo: ALT + [Nº de atalho]

ALT + 1

Ir para o Conteúdo

ALT + 2

Ir para o Menu

ALT + 3

Ir para a Busca

ALT + 4

Ir para o Rodapé

ALT + 5

Acessibilidade

ALT + 6

Mapa do site

ALT + 7

Acesso a Informação

ALT + 8

Cor Original

ALT + 9

Cor com contraste

Botão/Tecla +

Aumentar Fonte

Botão/Tecla -

Diminuir Fonte

Botão/Tecla =

Fonte Original

Leitores de Tela

Nosso Portal foi desenvolvido para ser compatível com softwares leitores de tela. Assim, basta que o usuário tenha instalado em seu computador um destes softwares que será possável ouvir o que está escrito ou desenhado no site.

Agência de Notícias

Vereadores cobram a implantação do curso de Medicina no Campus da UFS em Itabaiana

Na sessão desta terça-feira, 20/03, os parlamentares cobraram a implantação do curso de Engenharia Cvil no IFS e implementação do curso de Medicina no Campus da UFS/Itabaiana.

20/03/2018 17:51 - atualizado em 21/03/2018 07:42


Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

Vereadores cobram a implantação do curso de Medicina no Campus da UFS em Itabaiana

Aberta a sessão ordinária do dia 20/03, o presidente da Casa, vereador José Teles de Mendonça (PR) concedeu a palavra ao vereador João Cândido Sobrinho (PSB), que ressaltou as inaugurações do Ginásio de esportes e do campus do IFS em Itabaiana. O parlamentar também parabenizou o governo do estado pela pavimentação da Rua Cel. José Ribeiro que dá acesso ao IFS e solicitou dos governos estadual e municipal, a pavimentação asfáltica da Rua Cel. Sebrão.

O vereador José Roberto (PP) informou que em conversa com o Líder do governo no Congresso, Deputado Federal André Moura, o mesmo garantiu que já conseguiu a liberação dos recursos necessários para a construção de três creches para povoados de Itabaiana e que inclusive, quando houve a liberação, segundo o vereador, o parlamentar estava em companhia do prefeito Valmir de Francisquinho.

O vereador Wagner Menezes (PR) cobrou do governador a reforma do estádio Etelvino Mendonça, visando sobretudo a segurança dos torcedores. Dentre as necessidades enumeradas pelo parlamentar estão: a instalação de hidrantes para facilitar o trabalho do corpo de bombeiros em um eventual incidente, a implementação de para-raios, melhorar a segurança das arquibancadas e a estrutura dos banheiros, entre outras melhorias. Na oportunidade, se dispôs a integrar uma comissão de vereadores para levar as reivindicações ao governador, inclusive solicitou da oposição que cobrasse a intervenção do presidente da ALESE, Luciano Bispo, junto ao governador, para que as demandas necessárias sejam atendidas. Lamentou a situação em que se encontra o estádio Etelvino Mendonça, que caso não haja uma resposta urgente do estado, gerará prejuízos a Olímpica de Itabaiana, que poderá decidir o campeonato sergipano fora de casa, em decorrência da situação precária do estádio.

O vereador Gustavo Santana (MDB), disse que o poço do povoado Terra Dura não está funcionando regularmente. Cobrou do poder público providências em relação a situação do canal em que passa o esgoto naquela comunidade. O vereador também criticou o município por conta da suspensão do fornecimento de quentinhas ao CRAS, cobrando inclusive, explicações em relação a destinação das quentinhas adquiridas por meio de licitação realizada pelo município. O vereador João Cândido Sobrinho pediu aparte e aproveitou a oportunidade para indagar o vereador Gustavo Santana se o mesmo tem informações sobre a pavimentação das Ruas Cel. José Ribeiro e Cel. Sebrão, com a finalidade de facilitar o acesso tanto ao ginásio de esportes construído pelo estado, bem como ao IFS. O vereador respondeu que não tem conhecimento, porém, que irá cobrar do governo do estado e sempre que tiver a oportunidade cobrará também do governo municipal.

O vereador Roosevelt Santana (PSB), respondendo a cobrança do vereador Gustavo Santana em relação ao canal de esgoto do povoado Terra Dura, disse que aquele é um problema crônico, mas que tem solução, inclusive informou que a secretária de Obras Deilza de Assis já está a par do problema e que já houve a determinação do prefeito Valmir de Francisquinho para que a obra seja realizada. O vereador também ressaltou a importância da implantação do curso de Medicina no Campus da UFS em Itabaiana e comunicou na oportunidade que irá apresentar um requerimento solicitando a presença do reitor do Campus da UFS/Itabaiana na Câmara municipal para falar sobre a viabilidade deste pleito, bem como para oportunizar que a reinvindicação seja feita por todos. O vereador João Cândido Sobrinho pediu aparte e parabenizou o vereador Roosevelt Santana pelo tema abordado e disse que essa é também uma preocupação da Deputada Maria Mendonça. O vereador Marcos Oliveira também parabenizou o vereador pelo seu pronunciamento, ressaltando a importância da implementação do curso de medicina em Itabaiana e enfatizou também a importância da implantação do curso de engenharia civil no IFS de Itabaiana, uma vez que o IFS em Aracaju já disponibiliza o referido curso. O vereador Gustavo Santana também parabenizou o vereador pelo tema.

O vereador e presidente da Casa, José Teles de Mendonça (PR) criticou a resolução 726 do Contran, que previa que a partir de junho, todos os motoristas que necessitassem renovar a carteira de habilitação, tinham que passar por 10 horas/aula e prova teórica presencial com 30 questões de múltipla escolha. De acordo com o vereador, felizmente houve a revogação da referida resolução, mas alertou aos colegas que o tema pode voltar a ser discutido após às eleições. O vereador João Cândido Sobrinho parabenizou o presidente da Câmara pelo tema e disse que é inadmissível a exigência de uma nova prova para renovação da CNH. O vereador José Teles de Mendonça finalizou dizendo que caso não houvesse a revogação da resolução, muitos motoristas estariam na iminência de perder sua carteira de habilitação.

O vereador Sinvaldo Góis (MDB) disse que ninguém consegue marcar um exame ou consulta pela secretaria municipal de saúde de Itabaiana. Informou que continua faltando medicamentos nos postos de saúde. Criticou o secretário de agricultura, Erotildes de Jesus, alegando que o mesmo não toma providências em relação aos cavalos que vivem soltos nas ruas de Itabaiana, podendo ocasionar acidentes. Sugeriu que o município alugasse um caminhão para o devido recolhimento desses animais, inclusive na BR 235, no perímetro urbano. O vereador também se pronunciou em defesa do vereador Arivaldo de Rezende, por ter se envolvido em uma confusão e até mesmo agredido uma agente de trânsito da SMTT por tê-lo orientado a retirar o seu carro de fila dupla. Disse que o vereador estava de cabeça quente, mas que não é uma má pessoa. Aproveitou e pediu desculpas à agente agredida, bem como a todos os agentes de trânsito. Finalizou agradecendo ao governador pelo tomógrafo que segundo ele está quase pronto e pela construção do ginásio de esportes, que segundo o parlamentar, será inaugurado dia 05 de abril, com a presença do craque Falcão, o melhor jogador de futsal de todos os tempos.

O vereador Paulo Messias (MDB) parabenizou o vereador Zé Roberto pela boa notícia da liberação dos recursos para construção de três creches nos povoados de Itabaiana, cujos recursos foram liberados pelo líder do governo no Congresso André Moura. O vereador disse que em cinco anos nenhuma obra foi realizada no bairro da torre na atual gestão. Cobrou inclusive do líder do prefeito Marcos Oliveira uma resposta em relação a pavimentação de ruas do bairro Miguel Teles. O vereador Marcos Oliveira pediu aparte e rebateu as críticas e afirmações do vereador Paulo Messias. Esclareceu que várias obras já foram realizadas no bairro Miguel Teles, a exemplo de pavimentação de ruas e reforma da escola municipal, dentre outras. Disse que as pavimentações cobradas pelo vereador, previstas no orçamento do município, já estão em fase de licitação. O vereador Roosevelt Santana criticou a postura do vereador Sinvaldo Góis, quando afirma que a obra de esgotamento sanitário e pavimentação da Rua Francisco Bragança somente foi realizada por conta de suas cobranças e indicação de sua autoria na câmara. O vereador João Cândido Sobrinho ratificou as palavras do vereador Roosevelt Santana em relação a afirmação do vereador Sinvaldo Góis.

O vereador Marcos Oliveira (PTC) ressaltou a importância da vinda dos cursos de Medicina e engenharia para Itabaiana. Enfatizou que o líder do governo no Congresso, Deputado Federal André Moura conseguiu todo o recurso necessário para pavimentação do entorno do módulo esportivo. Ressaltou a importância da implantação do curso de engenharia no IFS, considerando o grande número de estudantes de engenharia, que precisa se deslocar para a capital sergipana atualmente. Segundo ele, a vinda do curso de engenharia para Itabaiana, iria facilitar bastante a vida dos novos acadêmicos na área.  O vereador também falou sobre a segurança do local após a inauguração, ressaltando a necessidade de implantação de um posto policial na região.

Ainda no grande expediente, o vereador presidente da Casa, José Teles de Mendonça, fez questão de ressaltar que a câmara municipal não tem nenhuma responsabilidade sobre atos isolados de vereadores, quando não estão exercendo as funções parlamentares, que são, sobretudo, de legislar ou fiscalizar, se referindo ao caso protagonizado pelo vereador Arivaldo de Rezende, envolvendo uma agente de trânsito da SMTT.

A vereadora Ivoni Andrade (MDB) parabenizou o governo do estado pelas inaugurações do IFS e do ginásio de esportes, prevista para o dia 05 de abril. Também parabenizou o vereador João Cândido por ter levantado o tema relativo a arborização do município. A vereadora sugeriu ao prefeito Valmir de Francisquinho que pegue o dinheiro dos impostos arrecadados para melhorar as condições de vida dos moradores dos conjuntos habitacionais do Bairro Queimadas, que segundo a vereadora, não tem um posto médico, não tem infraestrutura, falta coleta de lixo, entre outras necessidades dos moradores, sobretudo em relação a segunda etapa. A vereadora também questionou ao vereador Roosevelt Santana explicações em relação a origem dos recursos aplicados no terminal de passageiros de transporte alternativo.

O vereador José Carlos de Santana (PR) apresentou uma moção de congratulações em homenagem ao aniversário do empresário Edvan do Amorim. O parlamentar rebateu as críticas da vereadora Ivoni Andrade, ao afirmar que o prefeito Valmir de Francisquinho só pensa em realizar obras e esquece da população. Disse que a crítica da vereadora não tem fundamento. O parlamentar ressaltou que o prefeito Valmir de Francisquinho já fez muito por Itabaiana e que esse trabalho deve ser reconhecido pela população. O vereador também pugnou pelo aumento do número de conselheiros tutelares no município, bem como o aumento do salário. O vereador José Roberto parabenizou o vereador pelo pronunciamento e também defendeu o aumento do número de conselheiros e dos seus vencimentos. O vereador Gustavo Santana disse que não é contra a realização de obras, apenas cobra melhor aplicação dos recursos. O vereador Marcos Oliveira também pediu aparte e parabenizou o pronunciamento do vereador José Carlos Santana, afirmando que o mesmo, por fazer parte do projeto da atual gestão, sintetizou muito bem o que ela representa para o desenvolvimento de Itabaiana.

O vereador Carlos Vagner de Santana (PR) rebateu as críticas da vereadora Ivoni Andrade em relação à administração municipal. Criticou o silêncio da oposição em relação aos gastos desnecessários do governo do estado, dando como exemplo o largo da gente sergipana, que custou mais de oito milhões de reais aos cofres públicos e que foram empregados em nove bonecos gigantes, enquanto os servidores e aposentados sofrem com salários atrasados. Falou das diversas obras realizadas na atual gestão e os inúmeros benefícios gerados a população. O vereador Wagner Menezes pediu aparte e rebateu as críticas da oposição em relação a um erro da empresa que confeccionou a placa de inauguração do terminal de passageiros do transporte alternativo, pelo fato de não ter sido colocado o nome da vice-prefeita. Ressaltou que embora tenha havido um erro, é importante lembrar que em gestões anteriores não se colocava o nome de vice nas placas inaugurais. Contudo, afirmou que o prefeito Valmir de Francisquinho sempre fez questão de prestigiar a vice-prefeita com o seu nome nas placas de inauguração, e que o que aconteceu foi apenas um erro.

Encerrada a sessão ordinária do dia 20/03, o presidente da Casa, vereador José Teles de Mendonça convocou nova sessão ordinária para a próxima quinta-feira (22/03), em horário regimental.


Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

OUTRAS NOTÍCIAS