ACESSIBILIDADE - LEI nº 13.146/2015


Para navegação via teclado, utilize a combinação de teclas conforme o modelo abaixo: ALT + [Nº de atalho]

ALT + 1

Ir para o Conteúdo

ALT + 2

Ir para o Menu

ALT + 3

Ir para a Busca

ALT + 4

Ir para o Rodapé

ALT + 5

Acessibilidade

ALT + 6

Mapa do site

ALT + 7

Acesso a Informação

ALT + 8

Cor Original

ALT + 9

Cor com contraste

Botão/Tecla +

Aumentar Fonte

Botão/Tecla -

Diminuir Fonte

Botão/Tecla =

Fonte Original

Leitores de Tela

Nosso Portal foi desenvolvido para ser compatível com softwares leitores de tela. Assim, basta que o usuário tenha instalado em seu computador um destes softwares que será possável ouvir o que está escrito ou desenhado no site.

Agência de Notícias

Pronunciamento do vereador Gustavo Santana em tom de ofensa e ironia deixa os vereadores da bancada de situação indignados

Vereadores situacionistas pedem ao colega Gustavo Santana mais respeito e moderação em seus pronunciamentos.

13/09/2018 20:09 - atualizado em 13/09/2018 22:01


Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

Pronunciamento do vereador Gustavo Santana em tom de ofensa e ironia deixa os vereadores da bancada de situação indignados

Aberta a sessão ordinária do dia 13/09, o presidente da Casa, vereador José Teles de Mendonça concedeu a palavra ao vereador Sinvaldo Góis (MDB), que iniciou o seu pronunciamento criticando o prefeito Valmir de Francisquinho, porque segunda ele, o mesmo deixou faltar fraldas, médicos e medicamentos nos postos de saúde do município. Finalizou chamando o prefeito de Valmir Cabral, fazendo referência ao ex-governador Sérgio Cabral do Rio de Janeiro, preso por corrupção.

O vereador Gustavo Santana (MDB) ironizou o prefeito de Itabaiana, chamando-o de animal irracional, e disse que o prefeito criou à associação de proteção aos patos, fazendo chacota com os seguidores e admiradores do prefeito, numa referência ao pato utilizado como mascote de campanha, tanto por Valmir de Francisquinho, bem como pelo seu filho, que por sua vez, é candidato a deputado estadual.  O parlamentar também afirmou que Valmir de Francisquinho transformou à prefeitura em uma gestão da mentira, da perseguição e da ditadura, porque, segundo ele, o prefeito obriga os servidores comissionados à participarem dos comícios do seu filho, sob pena de serem demitidos.

A vereadora Ivoni Andrade (MDB) cobrou do vereador Moisés Mendonça à reforma da Associação de moradores do Povoado Pé do Veado, prometida em sessão anterior pelo parlamentar. A vereadora informou que uma colega professora aprovada em concurso público e não convocada pelo gestor municipal, ingressou com ação na justiça e teve o seu pedido deferido em razão de existirem vagas para o cargo. A vereadora alertou os servidores contratados para não fazerem dívidas, porque poderão ser demitidos a qualquer momento. A vereadora finalizou enaltecendo o trabalho do governo do estado e do presidente da Alese Luciano Bispo em prol de Itabaiana, citando como obras relevantes, o ginásio de esportes, o tomógrafo do Hospital Regional de Itabaiana e a Ceasa.

O vereador Wagner Menezes (PR) iniciou rebatendo às críticas da oposição e combatendo os discursos inflamados com ofensas ao prefeito Valmir de Francisquinho e aos próprios vereadores de situação. O vereador disse que o discurso do governador de solidariedade aos pacientes com câncer, não passa de demagogia, porque várias pessoas perderam suas vidas por terem o seu tratamento contra o câncer interrompido por várias vezes. O vereador disse que a oposição cobrou a reforma da escola do Povoado Zanguê, no entanto, não foram para a inauguração, muito menos reconheceram os benefícios da obra depois de realizada. O vereador repudiou às críticas do colega Gustavo Santana que disse que existe na câmara, a Associação dos defensores do prefeito, mencionando em tom de ironia que os vereadores de oposição integram essa associação. Para o parlamentar, essa postura agressiva demonstra desespero por parte da oposição em Itabaiana. O vereador finalizou dizendo que quando o colega Gustavo Santana diz que não há obras realizadas na atual gestão, dá a impressão de que não mora em Itabaiana.

O vereador José Virtuozo (SD) criticou o discurso do colega Gustavo Santana por tentar passar para a sociedade que é um defensor dos animais. O vereador disse que ser defensor de cachorro de raça com Chow Chow é muito fácil, como também copiar projeto de colega, dando conotação de que o parlamentar agiu dessa forma. O vereador também questionou à oposição sobre o que foi feito até hoje pelo presidente da Alese em favor dos animais em Itabaiana. Disse que é uma vergonha um advogado usar de palavras tão baixas e vocabulário chulo ao se dirigir aos seus colegas. O vereador desafiou Gustavo Santana a provar que o mesmo já recebeu algo do prefeito para votar a favor dos projetos de interesse do gestor público. O vereador Gustavo Santana disse que na época em que Luciano Bispo era prefeito, seu irmão Roberto Bispo, a época secretário, ajudava muito o abrigo dos animais. O vereador José Virtuoso, por sua vez, disse que o vereador é mentiroso.

O vereador Moisés Mendonça (PR) respondeu a vereadora Ivoni Andrade dizendo que não é presidente da associação de moradores do Povoado Pé do Veado, e que o trator realmente pertence à associação, mas que ele próprio se responsabilizou pela reforma do trator e por esse serviço gastou mais de oito mil reais, e que jamais pretendeu se apropriar de algo que não lhe pertence, inclusive, fará a entrega da máquina a associação, uma vez, que o trator acabou de ficar pronto. O vereador disse que em função do nervosismo da oposição, pediu a um amigo do município de Lagarto para garantir três caminhões de maracujá para depois da eleição, com o objetivo de acalmá-los. O vereador finalizou pedindo a vereadora Ivoni Andrade para localizar o presidente da Associação de moradores para que seja feita a entrega do trator que antes estava sucateado, e que agora está pronto para servir à comunidade.

O vereador Roosevelt Santana (PSB) iniciou o seu pronunciamento se dirigindo ao presidente da Casa, vereador José Teles de Mendonça, dizendo que o mesmo representa uma grande inspiração para todos os vereadores Itabaianenses. O parlamentar parafraseou o presidenciável Ciro Gomes dizendo que "A democracia é uma delícia, uma beleza, mas ela tem certos custos" porque permite exageros por parte de determinados políticos. O parlamentar repudiou os discursos odiosos dos vereadores de oposição, ao afirmarem que Valmir de Francisquinho instituiu em Itabaiana, a queima de fogos, e disse que um dos sentimentos que o ser humano não consegue esconder é o desespero, pois, todas às críticas e ofensas feitas contra a gestão municipal, passam uma conotação de desespero absoluto dos vereadores de oposição.

Encerrada a sessão ordinária do dia 13/09, na Câmara Municipal, o presidente da casa, vereador José Teles de Mendonça convocou nova sessão para o dia 18/09, em horário regimental.


Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

OUTRAS NOTÍCIAS