ACESSIBILIDADE - LEI nº 13.146/2015


Para navegação via teclado, utilize a combinação de teclas conforme o modelo abaixo: ALT + [Nº de atalho]

ALT + 1

Ir para o Conteúdo

ALT + 2

Ir para o Menu

ALT + 3

Ir para a Busca

ALT + 4

Ir para o Rodapé

ALT + 5

Acessibilidade

ALT + 6

Mapa do site

ALT + 7

Acesso a Informação

ALT + 8

Cor Original

ALT + 9

Cor com contraste

Botão/Tecla +

Aumentar Fonte

Botão/Tecla -

Diminuir Fonte

Botão/Tecla =

Fonte Original

Leitores de Tela

Nosso Portal foi desenvolvido para ser compatível com softwares leitores de tela. Assim, basta que o usuário tenha instalado em seu computador um destes softwares que será possável ouvir o que está escrito ou desenhado no site.

Agência de Notícias

Projeto que cria o Selo de Inspeção Municipal em Itabaiana, de autoria do Poder Executivo, foi destaque durante a Sessão do dia 05/04

De acordo com o líder do prefeito, vereador Marcos Oliveira, a criação do Selo de Inspeção Municipal terá reflexo direto no Matadouro Municipal, gerando inúmeros benefícios para todos.

05/04/2018 21:59 - atualizado em 06/04/2018 07:19


Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

Projeto que cria o Selo de Inspeção Municipal em Itabaiana, de autoria do Poder Executivo, foi destaque durante a Sessão do dia 05/04

Aberta a Sessão Ordinária do dia 05/04, na Câmara Municipal de Itabaiana, o presidente da Casa, vereador José Teles de Mendonça concedeu espaço ao Sr. Ademir Fraga dos Santos, que proferiu palestra sobre a "Importância do Matadouro de Itabaiana " De acordo com o palestrante, o matadouro vive uma nova realidade, pois antes o abate do gado era feito de forma precária, ignorando as condições de higiene necessárias e hoje o povo de Itabaiana e região conta com um novo matadouro, totalmente reestruturado, com câmara fria, mais espaço e condições de higiene, que atendem todas as exigências dos órgãos sanitários e de fiscalização. Comemora o palestrante, o esforço feito pelo atual gestor Valmir de Francisquinho, que conseguiu a duras penas manter o matadouro em funcionamento, contrariando a vontade de alguns que torciam, segundo o palestrante, pelo fechamento daquele logradouro público tão importante para a nossa região. Disse que tem orgulho de ser filho de uma fateira e que o matadouro representa sua vida. Finalizou conclamando a todos os parlamentares para que intercedam junto aos seus líderes políticos no sentido de reunir esforços em prol da população e contra o fechamento do matadouro de Itabaiana.

Após a palestra, o presidente da Casa concedeu a palavra ao vereador João Cândido Sobrinho, que explicou que nenhum dos 14 vereadores desta casa torce pelo fechamento do matadouro. Disse que cabe ao Ministério Público explicar sobre as exigências impostas ao município para que não haja o fechamento do matadouro.

Em ato contínuo, o presidente José Teles de Mendonça colocou em discussão a possibilidade de o subprocurador do município Dr.  Lucas Cardinali explanar sobre o projeto de autoria do executivo municipal, que visa criar o selo de inspeção sanitária, com o intuito de esclarecer as dúvidas da oposição.

Como não houve consenso, considerando a negativa dos vereadores de oposição a propositura, o presidente da Casa decidiu que o Dr. Lucas Cardinali falará na próxima terça-feira (10/04).

Continuando o grande expediente, o presidente José Teles de Mendonça concedeu a palavra ao vereador Gustavo Santana (MDB), que iniciou o seu pronunciamento dizendo que nenhum vereador torce pelo fechamento do matadouro, e que a postura da oposição em relação ao projeto se justifica pela falta de clareza em vários pontos, segundo ele, deixando dúvidas sobre o seu principal objetivo. Disse que tentar levar os trabalhadores que atuam no matadouro, como fateiras e marchantes, a acreditar que os vereadores de oposição querem o fechamento do matadouro, é um ato de absoluta irresponsabilidade. Finalizou convidando a todos para a inauguração do ginásio de esportes construído pelo governo do estado, prevista para logo mais, às 19h.

O vereador José Carlos Santana (PR) iniciou falando sobre a importância do matadouro para Itabaiana e região. Ressaltou também a relevância da presença do subprocurador do município na Câmara, para explicar sobre o projeto que também diz respeito ao matadouro, para esclarecer dúvidas, sobretudo, da oposição. Também se referiu a um vídeo gravado pelo colega vereador Sinvaldo Góis, no qual o mesmo se vangloria dos mais de 1800 votos obtidos na última eleição, e das mais de 6000 visualizações do vídeo, bem como, segundo o parlamentar, por achar que pode tudo. O vereador finalizou rechaçando novamente, a postura do vereador Sinvaldo Góis, que durante a Sexta-feira Santa no povoado Pé do Veado, passou com seu carro pela via-sacra buzinando e com um giroflex ligado.

O vereador João Cândido Sobrinho (PSB) disse que ao acordar na manhã de hoje viu uma mensagem de um amigo em seu celular cobrando providências em relação às lixeiras existentes em Itabaiana. Disse que o município tem feito sua parte, colocando caixas coletoras em vários pontos da cidade, bem como recolhido o lixo de forma regular, no entanto, infelizmente algumas pessoas insistem em jogar o lixo em vias públicas. Inclusive, ressaltou que em sua opinião o setor de limpeza de Itabaiana é um dos setores de maior eficiência da prefeitura. Finalizou chamando a atenção da população para a conscientização, de que todos devem colaborar com a limpeza do município.

O vereador Marcos Oliveira (PTC) iniciou dizendo que não poderia começar o seu pronunciamento com outro tema, senão o matadouro municipal. O vereador fez questão de falar da origem humilde de todos os parlamentares que compõem a câmara municipal, visando sensibilizar os colegas para a situação dos marchantes e fateiras do matadouro. O vereador ressaltou que o projeto de inspeção municipal não diz respeito apenas ao matadouro, todavia, terá uma importância enorme para os empresários e micros empresários, que ao invés de recorrerem a esfera federal, poderão solucionar os seus problemas a partir da desburocratização que será implementada pelo município, com a aprovação do referido projeto, exemplificando o matadouro e a castanha do povoado Carrilho. Parabenizou o palestrante Ademir que ressaltou a modernização do matadouro e finalizou chamando a atenção dos colegas vereadores para uma reflexão sobre a importância da aprovação do referido projeto. O vereador José Carlos Santana pediu aparte e falou sobre as dificuldades que os empreendedores enfrentam para conseguir uma licença ambiental na ADEMA, daí a importância da aprovação do projeto de autoria do executivo.

O vereador Roosevelt Santana (PSB) disse que o projeto de autoria do executivo, que cria o selo municipal de inspeção, reputa como um dos mais importantes projetos que chegaram à essa casa, e que não entende o posicionamento de alguns colegas vereadores, por terem dito que o projeto visa tão somente aumentar a arrecadação de impostos, quando na verdade o projeto tem como principal objetivo desburocratizar a concessão de licença aos novos empresários, bem como fiscalizar o respeito às normas e exigências legais de funcionamento.

O vereador Sinvaldo Góis (MDB) iniciou o seu pronunciamento lamentando a morte brutal do Capitão Oliveira da Polícia da Caatinga, praticada por bandidos fortemente armados, que prepararam uma emboscada para o Capitão no trevo de acesso ao município de Monte Alegre. O parlamentar também convidou a população de Itabaiana para a inauguração do ginásio de esportes, programada para as 19h desta quinta-feira, 05/04. O vereador disse que o prefeito Valmir de Francisquinho atribuiu aos vereadores de oposição a intenção de fechar o matadouro. Disse também que os vereadores da bancada de situação só fazem o que o prefeito determina e que todo dia 22 recebem a tarja azul ou Nescau, fazendo menção a ajuda financeira.

O presidente da Casa, José Teles de Mendonça, intercedeu para chamar a atenção do vereador, para evitar esse tipo de comentário desrespeitoso, sob pena de adotar uma posição mais severa com o objetivo de restabelecer o respeito entre os parlamentares.

O vereador Carlos Vagner (PR) criticou a postura da oposição em relação ao projeto que cria o selo municipal de inspeção. O vereador Marcos Oliveira pediu aparte e disse que a partir do pronunciamento do vereador Sinvaldo Góis, percebe-se o grau de ódio e revanchismo contra o prefeito Valmir de Francisquinho. E que em nenhum momento, o parlamentar apontou qualquer erro no projeto discutido. O vereador Carlos Vagner declarou que o discurso do vereador Sinvaldo Góis demonstra claramente sentir ódio do prefeito Valmir de Francisquinho e rebateu sua afirmação de que os vereadores de situação são contra o matadouro privado, segundo o vereador, sempre foi favorável a chegada e instalação de novas empresas no município. Em relação ao matadouro municipal, falou sobre a importância do seu funcionamento, uma vez que enquanto em um matadouro privado se cobra mais de cem reais por cada cabeça de gado abatida, no matadouro municipal, o preço cobrado é de apenas R$ 30.

O vereador José Roberto (PP) iniciou o seu pronunciamento dizendo ao palestrante Ademir que se alguém lhe disse que os vereadores de oposição querem o fechamento do matadouro mentiu com a intenção de prejudica-los. Disse que o que está sendo discutido na câmara é a criação de um selo de inspeção e não o fechamento do referido logradouro público. Garantiu que irá discutir e analisar o projeto. Falou que não há como fechar o matadouro, uma vez que, segundo o vereador, o município está gastando mais de um milhão de reais com a obra de reforma do matadouro. Criticou a demora da ADEMA para conceder uma licença aos industriais do município. Finalizou dizendo que caso o matadouro seja fechado a culpa não será dos vereadores.

Encerrada a sessão ordinária do dia 05/04, o presidente da Casa, vereador José Teles de Mendonça, convocou nova sessão para a próxima terça-feira (10/04), em horário regimental.


Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

OUTRAS NOTÍCIAS