ACESSIBILIDADE - LEI nº 13.146/2015


Para navegação via teclado, utilize a combinação de teclas conforme o modelo abaixo: ALT + [Nº de atalho]

ALT + 1

Ir para o Conteúdo

ALT + 2

Ir para o Menu

ALT + 3

Ir para a Busca

ALT + 4

Ir para o Rodapé

ALT + 5

Acessibilidade

ALT + 6

Mapa do site

ALT + 7

Acesso a Informação

ALT + 8

Cor Original

ALT + 9

Cor com contraste

Botão/Tecla +

Aumentar Fonte

Botão/Tecla -

Diminuir Fonte

Botão/Tecla =

Fonte Original

Leitores de Tela

Nosso Portal foi desenvolvido para ser compatível com softwares leitores de tela. Assim, basta que o usuário tenha instalado em seu computador um destes softwares que será possável ouvir o que está escrito ou desenhado no site.

Agência de Notícias

Presença da Força Nacional de Segurança em Itabaiana foi destaque entre os vereadores durante a Sessão Ordinária do dia 24/04, na Câmara Municipal

O assunto gerou um debate sobre as políticas de Segurança Pública no município.

24/04/2018 19:25 - atualizado em 25/04/2018 07:44


Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

Presença da Força Nacional de Segurança em Itabaiana foi destaque entre os vereadores durante a Sessão Ordinária do dia 24/04, na Câmara Municipal

Aberta a sessão ordinária do dia 24/04, na Câmara Municipal de Itabaiana, o presidente da Casa, vereador José Teles de Mendonça (PR) agradeceu a presença dos alunos da Escola Municipal Professora Clara Meireles Teles, bem como das professoras Maria José Góis, Alécia Mota e Maria José Carvalho, que por sua vez, acompanharam os alunos. Na sequência, concedeu a palavra ao vereador João Cândido Sobrinho (PSB), que repudiou a atitude de um comerciante da Avenida João Teixeira, em razão de estar construindo uma espécie de mureta em uma calçada, o que para o vereador, é absolutamente irregular, porque além de ferir as leis municipais, impede a passagem, tanto de pedestres, bem como impossibilita a passagem de cadeirantes. Em função do referido problema, solicitou do líder do prefeito, vereador Marcos Oliveira, que levasse essa reclamação até o prefeito, para que o mesmo determine que esta obra seja embargada.

O vereador Sinvaldo Góis (MDB) denunciou que o prefeito Valmir de Francisquinho atrasou em quatro meses o repasse de recursos a dois jovens portadores de câncer. O vereador também cobrou através de requerimento, a presença da secretária de Desenvolvimento Social, para pudesse apresentar explicações sobre a falta de distribuição de cestas básicas à população, bem como para prestar contas sobre o seu trabalho à frente da secretaria. Falou também sobre o requerimento solicitando a presença na câmara, do secretário de Agricultura, Erotildes de Jesus, para explicar as razões de tantos poços artesianos sem funcionar. Finalizou dizendo que os mercados municipais Zezé de Bevenuto e João do Volta estão completamente abandonados pelo poder público municipal.

O vereador Roosevelt Santana (PSB) iniciou o seu pronunciamento saudando os alunos e professores da Escola Clara Meireles Teles por estarem prestigiando a sessão Legislativa. O vereador ressaltou o pronunciamento do colega João Cândido, dizendo que o seu pleito é legítimo e que o código de postura deve sim ser respeitado. Contudo, criticou a conduta dos vereadores de oposição, que em seus pronunciamentos demonstram fazer uma oposição sistemática, criticando por criticar, sem levar em conta os benefícios proporcionados à população ao longo da atual gestão. O vereador Marcos Oliveira pediu aparte e disse que a oposição critica a gestão atual em Itabaiana, porém fecha os olhos para os desmandos do governo do estado, mencionando como exemplo o escândalo da inauguração de mentira do Centro de Nefrologia. O vereador Roosevelt Santana corroborou as palavras do colega e acrescentou que o debate deve ocorrer, porém o discurso politiqueiro deve ser repudiado com veemência. Finalizou dizendo que a oposição critica o marketing do município, contudo, afirmou que quem realmente tem feito marketing mentiroso é o governo do estado e a oposição silencia em relação ao assunto.

A vereadora Ivoni Andrade (MDB) parabenizou o vereador João Cândido Sobrinho pelo tema abordado, dizendo que também é contra o loteamento de bens públicos, lembrando da cobrança que fez anteriormente sobre a forma de concessão de espaço público a franquia do Bobs e Paletas Brasil. De acordo com a vereadora, também houve injustiça com os antigos comerciantes do terminal de passageiros do transporte alternativo, que foram preteridos pelo município após a inauguração do novo terminal. Criticou a retenção de mais de meio milhão de reais na secretaria de ação social, que poderiam ser aplicados em projetos sociais à população, no entanto, de acordo com a vereadora estão parados, sem uso e sem nenhuma finalidade. A vereadora informou ainda que fez uma indicação para construção de mais três salas de aula e uma quadra poliesportiva na Escola Florival de Oliveira no Povoado São José, com o objetivo de atender às necessidades dos alunos da referida unidade de ensino que anseiam muito por isso e finalizou dizendo que em visita ao Hospital Regional de Itabaiana, Dr. Pedro Garcia Moreno Filho, o governador Belivaldo Chagas declarou que a Força Nacional virá a partir de hoje para Itabaiana.

O vereador e presidente José Teles de Mendonça recebeu a informação com preocupação, dizendo que a presença da Força Nacional em Itabaiana significa dizer que o município não está tranquilo em termos de segurança, por outro lado, entende necessária para proporcionar mais segurança à população.

O vereador José Roberto (PP) parabenizou o presidente da Casa, vereador José Teles de Mendonça pela lisura e transparência na obra de reforma do prédio da câmara, demonstrada através das informações expostas com clareza na placa descritiva da obra. O vereador José Teles agradeceu pela deferência do colega, porém ressaltou que apenas está cumprindo sua obrigação e informou na oportunidade que houve um erro por parte da empresa, que alheio à sua vontade, iniciou a obra sem a colocação da placa, e que imediatamente ao perceber esse erro, comunicou aos responsáveis pela obra que caso a placa não fosse colocada com todos os dados necessários urgentemente, a obra seria paralisada. O vereador José Roberto disse que a transparência é necessária na gestão pública e ressaltou os requerimentos solicitando às presenças na câmara, dos secretários de Saúde, Desenvolvimento Social e Agricultura, afirmando que não há motivo para o não comparecimento dos referidos secretários, e que, portanto, os vereadores devem aprovar os requerimentos.

O vereador Marcos Oliveira (PTC) iniciou seu pronunciamento cumprimentando os alunos da escola Clara Meireles presentes na sessão de hoje, ressaltando a importância de conhecerem melhor o trabalho do vereador e sua relevância na construção de uma sociedade bem melhor para todos. O vereador parafraseou o colega Roosevelt Santana, declarando que estão falando de uma Itabaiana que cresce, que produz e gera emprego. Fez uma analogia com as obras do governo do estado, que embora inacabadas, estão sendo inauguradas aos trancos e barrancos, citando o centro de Nefrologia, que virou motivo de chacota nacionalmente, bem como o ginásio de esportes, sobretudo no que diz respeito ao posicionamento das cabines destinadas à imprensa, localizadas atrás da trave. O vereador José Carlos Santana pediu a opinião do vereador Roosevelt Santana, por ser narrador esportivo, sobre o que ele acha do posicionamento das cabines. O vereador Roosevelt Santana respondeu que realmente houve um equívoco em relação a esse aspecto, pois a cabine da imprensa atrás da trave prejudica e em determinadas situações, com o ginásio lotado por exemplo, inviabiliza a narração pela dificuldade de visibilidade do comunicador. Na oportunidade, disse que o vereador José Teles de Mendonça foi feliz ao demonstrar preocupação com a vinda da força nacional para Itabaiana, porque demonstra que o índice de violência no município continua sendo preocupante.

O vereador Gustavo Santana (MDB) iniciou seu pronunciamento saindo em defesa do governo do estado, esclarecendo que a insegurança não é uma particularidade do município de Itabaiana e que o mesmo tem demonstrado preocupação com o crescimento da  violência em Itabaiana, principalmente através de cobranças constantes sobre o início das atividades da Guarda Municipal. Cobrou mais atenção do poder público em relação à merenda escolar. Segundo o parlamentar, o cardápio das escolas municipais se constitui em cuscuz com ovo e biscoito com suco e sequer os alunos dispõem de uma nutricionista para que houvesse um balanceamento da merenda escolar que é servida. O vereador Sinvaldo Góis disse que na escola da Cabeça do Russo o município tem servido achocolatado vencido. O vereador Wagner Menezes pediu aparte e repudiou às críticas, dizendo que se há denúncia, esta deve ser apurada, contudo, não se deve condenar ninguém sem que haja uma apuração. A vereadora Ivoni Andrade contestou a declaração do presidente da Casa, quando demonstrou preocupação com os motivos que ensejaram a vinda da força nacional a Itabaiana. E na oportunidade, o presidente da Casa respondeu a crítica da vereadora, dizendo que apenas demonstrou preocupação, porque a vinda da Força Nacional pressupõe que os índices de violência no município estão preocupantes. E em resposta ao colega Gustavo Santana, finalizou dizendo que lhe causou estranheza ao saber que cuscuz com ovo, uma comida tão saudável, tradicional e nutritiva, inclusive, bastante recomendada pela quantidade de proteínas e valor nutritivo, seria motivo de denúncia no Ministério Público.

O vereador José Carlos de Santana (PR) disse que quando os salários dos professores estavam atrasados na gestão do então prefeito Luciano Bispo, a vereadora Ivoni Andrade jamais subiu à tribuna para cobrar ao seu grande líder o pagamento dos salários atrasados dos servidores. Também perguntou a vereadora se a mesma cobrou ao governador o funcionamento do tomógrafo do Hospital Regional de Itabaiana. Lamentou a falta de atenção da vereadora por ter ignorado seu questionamento. O vereador José Virtuozo disse que desapareceram 700 millhões de reais do Proinvest e o governador atribuiu à culpa ao saudoso Marcelo Déda, que dirá uma quantia menor. O vereador José Carlos de Santana finalizou dizendo que o dinheiro da escola da coruja também sumiu e a vereadora em nenhum momento cobrou qualquer explicação.

Encerrada a sessão ordinária do dia 24/04, o presidente da Casa, vereador José Teles de Mendonça, convocou nova sessão para a próxima quinta-feira (26/04), em horário regimental.


Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

OUTRAS NOTÍCIAS